8 de janeiro de 2010

Goiânia terá 5° Carnaval sem Premiação para Escolas de Samba

Organização da festa que será celebrada na Avenida Araguaia espera público de 10 mil


Mais uma vez, os goianienses poderão curtir o carnaval sem deixar a Capital com destino a outras cidades do interior e Estados brasileiros. Este ano acontecerá novamente a tradicional folia de rua. A abertura da festa está prevista para começar no dia 12 de fevereiro, a partir das 21 horas. Sete escolas de samba e 12 blocos já confirmaram presença no evento, considerado o mais popular do País. Os organizadores definem a programação para divulgar oficialmente o calendário da folia. Eles apostam na irreverência e criatividade do público para tornar o encontro um sucesso.

Pela segunda vez consecutiva, o Carnaval de Rua de Goiânia deverá ser realizado na Avenida Araguaia, em frente ao Mutirama, no Centro. A expectativa é receber 10 mil foliões a cada noite. Em 2009, esse número variou de 7 a 8 mil participantes. Serão cinco dias de animação. O tema deste ano será “O Carnaval é Você quem Faz”. A ideia dos coordenadores é reunir um grande público, que será o responsável pelo andamento da festa.

“O nosso carnaval é diferente do resto do Brasil. Em Goiânia, são os foliões que vão fazer a festa, enquanto as escolas de samba e os blocos apenas participarão”, explica ao DM um dos organizadores do evento, Delgado Filho. Segundo ele, nos dias 12 e 13 de fevereiro, sexta-feira e sábado, deverá acontecer o encontro dos blocos na avenida. Já na segunda-feira e terça-feira, o desfile das escolas de samba e no dia 15 de fevereiro, data oficial do Carnaval, a confraternização de todos os participantes.

Filho diz que a proposta já foi encaminhada para a Secretaria Municipal de Cultura (SMC). Entre os pedidos, a organização solicita a confecção de camisetas para serem distribuídas ao público durante a festa do Rei Momo. “Essa é uma das novidades deste ano. Queremos que todo mundo entre no clima de alegria e descontração, que os foliões participem dos blocos uniformizados.” O Carnaval de Rua de Goiânia não conta com trio elétrico.

A organização do evento não informou qual será o valor destinado para a realização da festa. De acordo com Filho, a SMC investirá na parte de infraestrutura e cada escola está encarregada de buscar o seu próprio patrocinador com empresas privadas e outros segmentos da sociedade civil organizada. Segundo o departamento de eventos da SMC, na próxima terça-feira (12), o diretor de Eventos Políticos e Culturais do órgão, Doracino Naves, se reunirá com os organizadores e representantes de escolas de samba para definir a programação do período carnavalesco.

Vão para a avenida as escolas de samba Brasil Mulato, Beija-Flor, Mangueira, Rainha de Goiás, Mocidade do Samba, Flora do Vale e Lua-Alá. Pela quinto ano seguido, não haverá premiação para a escolha da melhor escola na passarela. O tradicional desfile de rua existe desde 1976 em Goiânia, mas durante dois anos – 2007 e 2008 – deixou de ser realizado em consequência de problemas financeiros.

Fantasia
Uma das principais escolas de samba da Capital, a Brasil Mulato vai para a rua com o enredo os “Duzentos anos de Campinas”, uma homenagem ao bairro mais antigo de Goiânia. Mais de 150 participantes compõem a escola, que existe há 35 anos. O diretor-geral da Brasil Mulato, Valdivino Bezerra de Moura, informa que os trabalhos já começaram na quadra da escola, no Setor Pedro Ludovico. “As fantasias estão sendo confeccionadas e em breve começam os ensaios”, diz.

Fonte: Diário da Manhã