21 de agosto de 2009

Previsão de chuvas em Goiás


Previsão do tempo realizada pelo Instituto Nacional de Meteorologia de Goiás (Inmet-GO) aponta chuvas em Goiás. A probabilidade é de que elas ocorram até quinta-feira. Já existem casos isolados em cidades das regiões Sul e Sudoeste do Estado. Em Goiânia pode chover até a próxima quarta-feira. A média de temperatura registrada nos primeiros 20 dias de agosto é de 33,2 graus, o equivalente a 0,3 grau a menos que o mesmo período do ano passado. A média de temperatura para esse período do ano é de 31,2 graus. No entanto, o Inmet-GO aponta que – desde a década de 1990 – é comum que o valor seja superado em até dois graus.

Motivos conjunturais que explicam o aquecimento são o desmatamento, industrialização e o consequente crescimento urbano, aponta a chefe do Inmet-GO, Elizabete Ferreira. Porém, foram registradas chuvas isoladas em Mineiros, Jataí, Rio Verde e São Simão. O período de agosto e setembro é considerado o de maior temperatura no País. Nos primeiros 20 dias do mês a média da umidade na Capital é de 23%. A junção de temperatura alta e umidade baixa torna-se a principal vilã responsável por complicações respiratórias. Atmosfera mais poluída, clima seco, aumento da poeira e queimadas contribuem para trazer desconforto à população. A última chuva de Goiânia ocorreu em maio, lembra Elizabete. “Mas, de todo modo, podemos nos considerar privilegiados, pois há casos de ausência de chuvas em agosto.”

Cais

Desde a semana passada houve aumento de 10% no número de atendimentos de urgência no Cais de Campinas. O local chega a realizar 3.520 atendimentos, segundo o diretor-geral André Luiz Fonseca. Há mais de 10 dias a unidade de saúde é procurada com maior frequência por pessoas que apresentam dor de garganta, asma e alergia respiratória.

Diário da manhã