29 de abril de 2016

Confira programação da passagem da Tocha Olímpica por Goiânia


Símbolo dos jogos olímpicos, tocha percorre alguns dos principais pontos da capital. Em Goiás, serão 15 cidades visitadas entre 4 e 7 de maio. Destaque para show do Jota Quest

As Olimpíadas do Brasil começam em 5 de agosto e a cerimônia de abertura é marcada pela chegada da Tocha Olímpica, que já está a caminho do Rio de Janeiro. Antes de chegar lá, uma das cidades pela qual a Tocha passará é Goiânia, que terá programação especial para marcar o momento. A passagem pela capital goiana será na próxima quinta-feira (5/5).

Algumas das principais avenidas de Goiânia serão percorridas durante a passagem da Tocha. O trajeto começa na Câmara Municipal de Goiânia, onde a Banda Marcial da cidade faz uma apresentação. Depois, passa pelo Grande Hotel, que vai ter show do grupo de rap Sã Consciência e da Casa de Cultura Instituto Educação, Cultura e Vida.

De lá, segue para o Parque Mutirama, com apresentação do Circo Laheto e do grupo de metais da MBG. Em seguida, passa pela Praça Tamandaré, onde se apresenta o Ponto de Cultura Buracão da Arte. Depois, pela Praça do Ipê, com apresentação da Escola de Samba Lua Alá, e pelo parque Vaca Brava, com apresentação de Rayne e João Garoto, Fausto e Metais e da banda Nylon Express.

Antes de chegar à Praça Cívica, a tocha passa também pelo viaduto da T-63, onde o grupo junino Capin Canela sobe aos palcos; pelo Colégio Estadual Pedro Xavier Teixeira, que terá apresentação da companhia de teatro Novo Ato, no Parque Areião, que recebe o ponto de cultura Flora do Vale, e na praça Léo Lynce.

Na Praça Cívica, onde acaba a passagem da tocha por Goiânia, serão várias apresentações: alunos da Rede Municipal de Educação, o cantor Thiago de Mello, o Projeto Super Nova, a cantora Georgia Brown, a Quasar Cia de Dança, um grupo de catira, um tenor da Comurg e o violeiro Marcus Biancardini sobem aos palcos. A programação na praça começa às 15h30.

O destaque da programação é o show da banca Jota Quest, que se apresenta gratuitamente na Praça Cívica a partir das 21h.

Passagem da tocha

A Tocha Olímpica chega ao Brasil no dia 3 de maio, quando desembarca em Brasília. De lá, vem para Goiânia. Durante 95 dias, a Tocha percorre 300 cidades brasileiras antes de chegar ao Rio de Janeiro para a cerimônia de abertura dos jogos. 12 mil pessoas carregarão a tocha durante o percurso, que tem 20 mil km e passa por todas as regiões do país.

Só em Goiás serão quinze cidades visitadas: Corumbá de Goiás, Pirenópolis e Anápolis no dia 4 de maio; Itaberaí, Cidade de Goiás, Inhumas, Trindade e Goiânia, no dia 5; Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Morrinhos e Caldas Novas no dia 6; Pires do Rio, Ipameri e Goiandira no dia 7.

Foto: DR. ONE - Imagens Aéreas 2

Goiânia é a metrópole com maior poder de compra do Brasil



Pesquisa mostra que gastos para se morar da capital goiana são menores que o salário médio oferecido. Apenas Curitiba tem saldo positivo também  

Uma pesquisa internacional constatou que o poder de compra médio dos goianienses é o maior entre dez metrópoles brasileiras avaliadas — e uma das duas únicas que têm custo de vida menor que o salário oferecido.

Segundo o levantamento, feito pela empresa especializada em mercado de trabalho Adzuna, o custo de vida em Goiânia é, em média, de R$ 1.657; já o valor médio salarial recebido é de R$ 1.912 — assim, a despesa gasta para se morar na capital goiana corresponde a 86,6% do que um trabalhador recebe, em média.

Com um poder de compra de 15,39%, Goiânia ocupa o primeiro lugar nacional no ranking, à frente de Curitiba (5%), Recife (-2,99%), Brasília (-6,67%), Belo Horizonte (-8,67%), Porto Alegre (-9,1%), Fortaleza (-10,49%), Campinas (-21,77%), São Paulo (-32,73%), Rio de Janeiro (-42,52%), respectivamente.

A pesquisa foi feita a partir da base de dados do site, que calculou o poder de compra de 35 cidades ao redor do mundo, comparando o salário médio que empresas contratantes oferecem com o valor das despesas básicas para subsistência de cada cidade.

Foram analisadas cidades da África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, França, Índia, Países Baixos, Polônia, Reino Unido e Rússia, Países em que o Adzuna está presente.

Quando se compara o poder de compra das cidades brasileiras com as de de outros Países, como Alemanha, Canadá e Austrália, a diferença é gritante.

Enquanto o déficit para se morar em São Paulo, por exemplo, é de 32,73%, em Berlim, o saldo é de 425%. Ou seja, um trabalhador da capital alemã gasta apenas 19% do salário para viver, enquanto o trabalhador da Cidade da Garoa precisa desembolsar 67% a mais da média salarial paga para conseguir sobreviver.

Além de mostrar que a cidade com o menor poder de compra destes países é brasileira, os dados também revelam que Fortaleza possui a menor média salarial: R$1,416. A capital cearense também é a 5ª cidade no ranking das cidades com o custo de vida mais alto, atrás de Rio de Janeiro, Moscou (Rússia), São Paulo, São Petersburgo (Rússia) e Campinas.

“O baixo poder de compra das cidades brasileiras é resultado direto dos salários médios menores oferecidos pelo mercado, já que o custo de vida médio das capitais brasileiras está no mesmo nível ou mais barato que as outras cidades da pesquisa”, explica o gerente regional da Adzuna Brasil, Guilherme Winspear.

Para algumas categorias, como o preço do metro quadrado de imóveis, o valor cobrado nas cidades brasileiras chega a ser sete vezes menor do que em cidades europeias, mostra ainda a pesquisa. “No entanto, a baixa remuneração das vagas abertas no momento no Brasil limita o poder de compra da população local”, completa ele.

A pesquisa

O Adzuna extraiu salários médios em postos de trabalho disponíveis em abril de 2016 nas 35 principais cidades de 11 países onde atua. Os valores foram convertidos para real à taxa de câmbio em 12 de abril de 2016.

O cálculo do custo de vida médio foi realizado com os custos médios mensais de alimentação, transporte e moradia, divulgados pelo site Numbeo, uma base de dados contributivos online, incluindo o custo dos bens de consumo (produtos e serviços) e moradia. Não foram incluídos na pesquisa gastos com impostos, taxas do governo, e bens de consumo supérfluos.

A Adzuna é uma ferramenta de pesquisa de empregos utilizada por mais de 1 milhão de brasileiros por mês, com operações na África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, França, Índia, Países Baixos, Polónia, Reino Unido e Rússia. No Brasil, o Adzuna reúne mais de 300 mil vagas de emprego dos principais sites e consultorias de recrutamento.

Os dados produzidos pela Adzuna informam diariamente o primeiro-ministro britânico e os oficiais do governo da Inglaterra, com informações sobre crescimento econômico através do aplicativo Dashboard número 10. A Adzuna foi fundada em 2011 por Andrew Hunter e Doug Monro, ex eBay, Gumtree, Qype e Zoopla e possui investimento das empresas Passion Capital, The Accelerator Group e Index Ventures. No Brasil, atua desde abril de 2013.

Veja a tabela:


Fonte: Jornal Opção
Foto: Yuji Takarada

Capital Inicial apresenta show em Goiânia, amanhã 30 de abril


Apresentação será no Atlanta Music Hall

O Capital Inicial traz a Goiânia no dia 30 de abril o show Acústico NYC, no formato desplugado, com repertório formado pelos grandes sucessos do grupo. A apresentação será no Atlanta Music Hall, a partir das 22 horas, com ingressos de R$ 70 a R$ 2.000.

Com cenário que reproduz o palco do show que virou DVD (gravado em Nova York), o show é dividido em dois. A primeira parte traz o repertório do novo disco, composto por canções que não entraram em outros álbuns e a segunda que inclui os maiores hits da banda.

Serviço:
O que: Show Capital Inicial com abertura da banda Rotação Inversa
Onde: Atlanta Music Hall
Quando: 30 de abril, a partir das 22 horas
Classificação: 16 anos
Informações: (62) 8286-5554 / 8189-5518

Pontos de Vendas:
- Della Nova Suíça
- Drogaria São Gabriel 3
- Komiketo Sanduicheria
- Lima Limão
- Rival Calçados
- Tribo do Açaí (Vendas de mesas exclusivas)
- Ingressos On-line - www.bilheteriadigital.com/atlanta

Fonte: A Redação

27 de abril de 2016

Goiânia: Shopping Cerrado inaugura sala de cinema com tela de 200m² (Cinépolis)



Uma nova rede de cinemas chegou em Goiânia nesta quarta-feira (27/4), a Cinépolis.  A operadora é a maior da América Latina e a segunda maior do mundo, com mais de 4.500 salas em 13 países. A rede em Goiânia fica localizada no novo Shopping Cerrado.

Um dos diferenciais do complexo é a sala Macro XE, com uma tela em formato côncavo de 10 metros de altura e 19 de largura, totalizando 200m² e 13.000 watts de potência de som digital (50% mais potente do que o usual). Isso promete oferecer uma experiência memorável para o espectador.

Todas as sete salas, seis normais e uma no modelo Macro XE, têm poltronas reclináveis e braços removíveis. Os ingressos podem ser comprados tanto on-line quanto no próprio complexo.

Para quem gosta de comer enquanto assiste filmes, a rede tem em sua bomboniere pipoca doce e salgada, combos temáticos de acordo com os filmes em cartaz e o tradicional nachos com queijo.

São:
07 salas digitais 
01 sala MacroXE 
04 salas 3D
1.758 lugares

Shopping Cerrado
O empreendimento já está em funcionamento e fica entre a Avenida Anhanguera e a Avenida 24 de Outubro, no setor Aeroviário. É esperado que o centro comercial gere cerca de três mil empregos, supra a falta de oferta e aumente a qualidade de vida da região.

Algumas das 41 lojas presentes no Shopping são Claro, Tim, Renner, Kalunga, O Boticário, Omerga Dornier, Harry’s Brinquedos e Cacau Show.

Fotos:







Fonte: A Redação

Goiás tem novo mapa turístico


Goiás ganha novo mapa turístico. A Goiás Turismo, responsável pelo alinhamento das novas regiões turísticas do Estado, apresentou nesta terça-feira, dia 26, o resultado do trabalho desenvolvido junto aos municípios. Pelo novo mapa serão dez regiões turísticas compostas por 49 municípios. Seis municípios entraram no mapa e oito deixaram de ser considerados destinos turísticos, outros foram remanejados de acordo com suas características e vocações para a região onde melhor se adequava.

O mapa foi apresentado durante reunião do Fórum de Turismo Goiás, para os membros da entidade, representantes do trade turístico e secretários municipais de turismo. O próximo passo é encaminhar o novo quadro de regiões goianas ao Ministério do Turismo que irá reunir todos os mapas estaduais e lançar o novo mapa turístico do Brasil 2016-2019, ainda neste primeiro semestre.

Os gestores municipais receberam orientações para a formalização da entrada ou permanência de seu município no mapa, cuja última atualização era de 2013. Para isso, eles tiveram de enviar três documentos à Goiás Turismo: comprovação de existência de um órgão oficial de turismo no município (secretaria, coordenação ou gerência); Lei Orçamentária Anual (LOA) 2016, no Quadro de Detalhamento de Despesa / Turismo; e o Termo de Adesão ao Programa de Regionalização do Turismo (PRT), assinado pelo prefeito.

Confira regiões e municípios:

Região Chapada dos Veadeiros — Alto Paraíso, Cavalcante, São João D’Aliança, Teresina de Goiás.

Região da Estrada de Ferro — Bonfinópolis, Ipameri, Leopoldo de Bulhões, Orizona, Pires do Rio, Silvânia.

Região das Águas e Cavernas do Cerrado — Formosa, Mambaí, São Domingos.

Região das Águas Quentes — Caldas Novas, Rio Quente.

Região do Ouro e Cristais — Abadiânia, Alexânia, cidade de Goiás, Corumbá de Goiás, Cocalzinho de Goiás, Cristalina, Jaraguá, Mossâmedes, Padre Bernardo, Pirenópolis.

Região dos Negócios e Tradições — Anápolis, Aparecida de Goiânia, Goiânia, Trindade.

Região Lagos do Paranaíba — Itumbiara, Lagoa Santa, São Simão, Três Ranchos.

Região Pegadas no Cerrado — Caiapônia, Chapadão do Céu, Jataí, Mineiros, Paraúna, Piranhas, Serranópolis.

Região Vale da Serra da Mesa — Colinas do Sul, Minaçu, Niquelândia, Uruaçu.

Região Vale do Araguaia — Aragarças, Aruanã, Britânia, Nova Crixás, São Miguel do Araguaia.

Fonte: Goiás Agora

CAU analisa acessibilidade da Praça Cívica e identifica falhas


Projeto não teria sido fielmente executado

Depois de um convênio estabelecido com o Ministério Público Estadual, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU/GO) tem feito visitas técnicas em Goiânia com o objetivo de analisar a acessibilidade de diversos locais. O mais recente espaço analisado pelo Conselho foi a Praça Cívica, reformada há poucos meses. De acordo com o relatório, o projeto previu a instalação de pisos adequados para a circulação de deficientes visuais e cadeirantes, mas sua execução não atingiu plenamente o objetivo de tornar o local acessível a todos os públicos. 

Inaugurada parcialmente em outubro do ano passado, a obra inseriu os pavimentos táteis e desempenados em praticamente todo o largo. Porém, eles não garantem o devido acesso a dois dos cinco prédios públicos situados no local, por parte de deficientes visuais ou pessoas com dificuldades de locomoção. Além disso, desníveis, obstáculos, tampas de caixa de inspeção e outros danos foram identificados. (veja aqui o relatório completo)

Grande Hotel
Além da Praça Cívica, o Conselho tem feito visitas técnicas para averiguar o acesso universal a outros pontos da capital. Um edifício público recentemente analisado foi o Grande Hotel, situado na esquina da Goiás com a rua 3, no Centro. 

No local, os técnicos do CAU atestaram a falta de rampas na entrada e a ausência de piso tátil. Também não há material de comunicação em braile, para deficientes visuais, mesmo havendo ali uma programação dirigida ao público externo e uma biblioteca infanto-juvenil. Para subir ao segundo ou terceiro piso, só por escada. No prédio, atualmente funciona a Secretaria Municipal de Cultura. (veja aqui o relatório completo).

Fonte: Jornal A Redação

Clima deve continuar ameno nas próximas 48 horas em Goiânia


Frente fria que avança pelo centro-sul do país pode trazer mínima de 15 graus para a capital

A frente fria que vem avançando desde o início da semana nas regiões Sul e Sudeste do Brasil já diminuiu as temperaturas na capital do estado.
Os primeiros sinais da mudança no clima foram sentidos na região nesta terça-feira (26), que apresentou pancadas de chuvas em locais isolados depois de quase um mês na região metropolitana. Na tarde desta quarta (27), a sensação térmica não passou dos 23 graus.

Para os próximos dois dias, quinta (28) e sexta-feira (29), segundo informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), as temperaturas na capital devem ficar entre a máxima de 29 e mínima de 15 graus.

A previsão é que só volte a fazer calor em Goiânia no final de semana. No sábado (30), a mínima é de 17 graus, com máxima de 31. Para o domingo (31), a menor temperatura prevista é de 18 graus, e a maior de 32.

Fonte: Portal 730

26 de abril de 2016

Frente fria trará temperatura mínima de 16ºC para Goiânia nos próximos dias




O calor e o tempo seco vão dar uma trégua para a capital nos próximos dias. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, Goiânia terá uma mínima de 16°C e uma máxima de 29°C até sexta-feira (29).

Segundo a previsão, a partir desta terça-feira (26) a tarde, haverá pancadas de chuvas isoladas pela capital, mas as temperaturas continuarão elevadas, atingindo até 32°C. Na quarta-feira (27), no entanto, as chuvas vão se intensificar e a máxima será de 29°C. 

Quinta-feira (28) será o dia em que uma frente fria realmente atingirá Goiânia: a máxima será de 27°C e a mínima de 16°C. Sexta-feira (29) as temperaturas voltam a aumentar — atingindo 29°C —, mas ainda há previsão de pancadas de chuvas durante o dia. 

Fonte: Jornal O Popular

Hoje: Goiânia Ganha mais um Shopping


O empreendimento conta com uma localização privilegiada, na Avenida Anhanguera, principal eixo de ligação entre as regiões Leste e Oeste da capital

Será inaugurado hoje, o Shopping Cerrado, na Avenida Anhanguera, principal eixo de ligação entre as regiões Leste e Oeste de Goiânia. O shopping tem ABL (área bruta locável) de 27.805 m² em um terreno com área total de 65 mil m² e contará com mais de 150 lojas, sete salas de cinema Stadium Cinépolis e 2.094 vagas de estacionamento. Marcas como Riachuelo, Renner, Americanas, Kalunga, Smart Fit, O Boticário, Magic Games já confirmaram presença.

De acordo com o superintendente do empreendimento, Humberto Moreira, o objetivo é agregar o que faltava na região e atender um cliente que busca produtos, lazer e serviços em um ambiente diferenciado. "Acreditamos que o shopping vem agregar para os moradores da região e também para o comércio, pois irá fortalecer ainda mais a vocação que a região tem de comércio forte. Fizemos um trabalho de impacto de vizinhança, necessário para a aprovação do projeto do shopping junto aos órgãos competentes e a aceitação do shopping com os moradores entrevistados ficou acima de 90%", diz. 

Ainda, segundo o superintendente, a contratação das equipes já está sendo realizada. “Teremos cerca de 250 profissionais entre orgânicos e terceirizados ligados diretamente ao Shopping, que ocuparão cargos administrativos e operacionais, além dos profissionais que trabalharão nas lojas, gerando milhares de empregos."

Fonte: Jornal O Popular
Foto: @Ladoalto

24 de abril de 2016

PM apresenta projeto de condomínio e estuda implantação de Faculdade em Aparecida


O  prefeito Maguito Vilela participou nesta manhã de quarta-feira, (20), em seu gabinete, de reunião com o presidente da Fundação Tiradentes, tenente coronel Cleber Aparecido Santos. Na pauta da reunião, que foi sugerida pelo Deputado Federal Daniel Vilela (PMDB), a apresentação do projeto da Associação da Polícia Militar em Aparecida e também foi abordada a ideia de se construir uma Faculdade Militar na cidade. A reunião contou ainda com a participação do major Cardoso, que representou o tenente coronel Ubiratan Júnior.

O prefeito Maguito Vilela se mostrou interessado na construção de mais uma instituição de ensino superior na cidade, que já tem o Instituto Federal de Goiás (IFG), diversas instituições privadas e a Universidade Federal de Goiás (UFG), cujo campus está em construção na região leste de Aparecida, mas os estudantes já estão tendo aula em salas cedidas pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

“O projeto para implantar mais uma faculdade em Aparecida é interessante porque além de oferecer cursos que ainda não tem no município vai contemplar outras áreas de extrema importância voltada para segurança pública. E é uma boa ideia essa união de condomínio residencial com ensino superior. Por isso as pastas responsáveis pela análise dos projetos já foram orientadas a darem os encaminhamentos necessários o mais rápido possível, dentro da legalidade”, esclareceu o prefeito.

De acordo com o presidente da Fundação, a ideia de uma Faculdade Militar, que é inovadora, é de oferecer cursos de nível superior em parceria com a Polícia Militar, para alunos egressos dos Colégios Militares, escolas públicas por meio de vestibular. “Nossa ideia inicial é de oferecer quatro cursos, sendo eles de Biomedicina, Educação Física, Técnico em Segurança e estamos buscando aprovação do curso de medicina. Com padrão para ser comparado com outras instituições militares como o Instituto Tecnológico da Aeronáutica”.

Condomínio - Segundo os militares o projeto surgiu da iniciativa da Associação dos Oficiais da Polícia Militar, que entendeu que o oficial que tenha uma moradia própria renderá melhor na função que exerce, por ter atenção nos quesitos moradia e ensino. “A construção do condomínio de casas para o militar não só vai oferecer segurança  para o servidor e seus familiares como também vai refletir em todo município. E também estamos pensando na ideia de expandir e atender toda a classe que trabalha na defesa do cidadão comum, como os servidores da Guarda Municipal e agentes de Trânsito”, ressaltou o Major Cardoso.

Presenças – Também estiveram presentes na reunião a secretária Valéria Pettersen, o diretor geral da PAM Construtora, responsável pelo projeto do condomínio, Paulo Pedro Mendes, o diretor executivo, Paulo Henrique Mendes e a arquiteta da Lins Galvão, Fernanda Veras.

Foto: Profeto da Faculdade da Policia Militar de Trindade